OAB-PE promove debate sobre assédio moral e sexual contra a mulher no mercado de trabalho

Notícias

09/09/2022

OAB-PE promove debate sobre assédio moral e sexual contra a mulher no mercado de trabalho

09/09/2022
OAB-PE promove debate sobre assédio moral e sexual contra a mulher no mercado de trabalho

A vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Pernambuco, Ingrid Zanella, participou na noite desta quinta-feira (8) da palestra “Assédio moral e sexual contra a mulher no mercado de trabalho”, uma programação realizada pela OAB Pernambuco, por meio da Comissão da Mulher Advogada, presidida por Isabela Lessa. A secretária-geral adjunta da OAB Pernambuco, Manoela Alves, também participou do debate, realizado na Plenária Urbano Vitalino Filho da OAB Pernambuco. O encontro também contou com a participação da vice-diretora da Escola Superior de Advocacia de Pernambuco (ESA-PE), Renata Berenguer; das presidentes da Comissão Mulher Advogada (CMA); de Direito do Trabalho (CDT); Assistência aos Jovens Advogados (CEANA); e do Comitê de Relações Estudantis; Isabela Lessa; Silvia Nogueira; Stela Brayner e Ste Vilela, respectivamente.

Para a vice-presidente da OAB Pernambuco, Ingrid Zanella, este é um tema extremamente relevante para a manutenção do Estado Democrático de Direito. “Mesmo em 2022 ainda precisamos falar sobre o combate ao assédio e suas diversas vertentes – moral ou sexual – contra a mulher no seu ambiente de trabalho. É impressionante que a gente ainda tenha que falar sobre igualdade salarial e diferenças pautadas unicamente de gênero quando, de acordo com a OIT, a mulher é quem mais se capacita e estuda”, disse Ingrid Zanella. “A OAB Pernambuco tem diversas funções: lutar pela classe, pela liberdade da advocacia e pela defesa intransigente das nossas prerrogativas é o nosso norte, mas somos a Casa da Cidadania. A advocacia é indispensável e temos a obrigação de debater temas sensíveis, inclusive sobre o fim do assédio numa sociedade democrática”, finalizou a vice-presidente da OAB-PE, Ingrid Zanella.

“Este é um tema importantíssimo para fazermos um recorte racial porque, infelizmente, as mulheres pretas levaram um tempo maior para se empoderar e para hoje estar lutando. Ainda ocupamos os lugares mais desvantajosos do mercado de trabalho. Nós cumprimos um papel muito importante em dizer para a sociedade que esse tipo de assédio é algo que não cabe mais. A OAB vem dando a sua contribuição, especialmente aqui nesse evento”, asseverou a secretária-geral adjunta da OAB Pernambuco, Manoela Alves.

O debate contou com a participação da juíza do trabalho do TRT6, Mariana de Carvalho Milet, e da juíza do trabalho – titular da 14ª Vara do Trabalho do Recife, Roberta Corrêa de Araújo. As magistradas falaram sobre as multifunções da mulher brasileira à luz do combate à violência estrutural e sobre a violência e assédio contra a mulher no mundo do trabalho. Os debates tiveram a mediação da coordenadora de gênero da ESA-PE, Daniela Melo.

 

Voltar