OAB-PE leva Prerrogativas In Loco para o Fórum de Olinda

Notícias

07/03/2024

OAB-PE leva Prerrogativas In Loco para o Fórum de Olinda

07/03/2024
OAB-PE leva Prerrogativas In Loco para o Fórum de Olinda

Ação do projeto “Prerrogativas In Loco”, da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Pernambuco (OAB-PE), foi realizada na manhã desta quinta-feira (7), no Fórum Lourenço José Ribeiro, em Olinda. A iniciativa visa adotar providências para solucionar obstáculos ao exercício profissional da advocacia, que acontecem sistematicamente ou no momento, além de orientar a classe.

Com este foco, a comitiva da OAB-PE, conduzida pelo diretor tesoureiro e coordenador do Sistema Estadual das Prerrogativas, Carlos Barros, percorreu a estrutura do Fórum para conversar com advogados e advogadas. A presidente da OAB Olinda, Juliana Magalhães, e o presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP), Yuri Herculano, acompanharam a programação. Membros da CDAP também estiveram presentes na ação.

“Esse projeto vem para encurtar o caminho entre advogadas, advogados e a OAB-PE, no que tange a defesa das prerrogativas. Nós estamos circulando o Estado para falar com a advocacia que está no fronte, para que possamos ter conhecimento das violações de prerrogativas que estejam acontecendo sistematicamente ou mesmo de imediato. E, consequentemente, adotar as providências cabíveis e solucioná-las imediatamente ou o mais rápido possível”, enfatizou o coordenador Carlos Barros.

A presidente da OAB Olinda, Juliana Magalhães, comemorou a chegada do projeto na subseção. “Ficamos muito felizes em sermos a primeira subseção a receber o projeto que é inovador, transformador, de luta, de resistência contra as violações das nossas prerrogativas”, pontuou.

O presidente da CDAP, Yuri Herculano, explicou que o projeto fortalece um dos eixos da gestão. “A OAB-PE mantém um trabalho intenso na área de prerrogativas. Os números dos telefones do plantão já são de conhecimento de toda a advocacia. Agora, com o Prerrogativas In Loco indo até os fóruns, nós abrimos mais um canal de diálogo com a classe, visando garantir o livre exercício profissional, que é um dos pilares da gestão”.

Voltar