OAB-PE entrega medalha Heroínas de Tejucupapo 2021

Notícias

10/12/2021

OAB-PE entrega medalha Heroínas de Tejucupapo 2021

10/12/2021
OAB-PE entrega medalha Heroínas de Tejucupapo 2021

A sede da seccional pernambucana foi palco mais uma vez da cerimônia de outorga da Medalha do Mérito Heroínas de Tejucupapo. Durante à tarde da quinta-feira (9), no auditório Fernando Santa Cruz, no 5° andar da sede, 11 mulheres foram agraciadas com a medalha pela sua contribuição à sociedade em várias áreas de atuação. Em seu discurso de abertura, a presidente em exercício, Ingrid Zanella, falou sobre a importância dessa premiação para a instituição, ressaltando o reconhecimento a essas mulheres. “Este é um momento único para a OAB-PE. Reconhecer mulheres fortes e representativas para o nosso Estado é um dever da nossa instituição. Agradeço a essas mulheres, que no seu dia a dia, lutam por todas essas causas tão relevantes em nossa sociedade”, ressaltou. A presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA), Isabelita Fradique, destacou o exemplo da união para que a valorização da mulher no ambiente de trabalho e na sociedade sejam cada vez mais forte. “Essas mulheres hoje homenageadas nesses diferentes campos de atuação tem grande papel na esperança presente e no futuro para as demais mulheres. Elas nos mostram que a luta não é mais tão árdua, pois não estamos sozinhas, somos união, e juntas podemos muito mais”, enfatizou Isabelita. As homenageadas e suas categorias foram: Ingrid Zanella (Direito); Jaqueline Ferreira (Jornalismo); Geiseane de Ataíde Gomes (Negócios); Maria da Glória Braz de Almeida, mais conhecida como Glorinha do Coco (Cultura); Mãe Lú de Yemanjá (Política); Ciani Sueli das Neves (Educação); Jaci Maria Santana (Saúde); Anabel Guedes Pessôa Nolasco (Ação Social); Mirtes Renata Santana de Souza - mãe de Miguel Otávio (Personalidade e Liderança); Mônica Alves de Oliveira (Defesa da Mulher) e Amanda Justino Lima (Funcionária da OAB). Na cerimônia, também foram agraciados com título de honra ao mérito à vice-governadora do Estado, Luciana Santos, que participou presencialmente durante todo o evento, além da vice-prefeita do Recife, Isabella de Roldão, e o presidente do Complexo de Suape, Roberto Gusmão, que devido a compromissos internos, não puderam comparecer, tendo sua representação citada no evento recorrente. “Que alegria ser agraciada, nesta tarde, com essa homenagem, por uma instituição tão importante, que sempre se posicionou no sentido de fortalecer nossa democracia. Melhor ainda, ao lado de tantas mulheres admiráveis, símbolo de força feminina e do papel da mulher na construção de nossa sociedade. Sempre bom celebrar a presença feminina em espaços  de poder e as instituições que contribuem para romper o machismo e fazer um mundo de igualdade. Obrigada à OAB e parabéns a todas as homenageadas”, concluiu a vice-governadora. HOMENAGEM – A Batalha de Tejucupapo, referência que deu nome à medalha outorgada pela OAB-PE, foi protagonizada por mulheres e ocorreu em um pequeno distrito homônimo localizado em Goiana (Mata Norte), no século 17, durante a invasão holandesa. Lideradas pelas heroínas Maria Camarão, Maria Quitéria, Maria Clara e Maria Joaquina, as mulheres que participaram da Batalha de Tejucupapo resistiram aos diversos ataques dos holandeses, que estavam em busca de comidas e bens.  
Voltar