OAB-PE discute com TJPE situação do Fórum de Jaboatão e melhorias para a Comarca de Carpina

Notícias

04/05/2012

OAB-PE discute com TJPE situação do Fórum de Jaboatão e melhorias para a Comarca de Carpina

04/05/2012
OAB-PE discute com TJPE situação do Fórum de Jaboatão e melhorias para a Comarca de Carpina

No último dia 02, o presidente da OAB-PE, Henrique Mariano, se reuniu com o presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Jovaldo Nunes, e também com o juiz assessor especial da Presidência, André Guimarães. O encontro discutiu algumas questões importantes para a advocacia do Estado.



Mariano esteve acompanhado do presidente da Subseccional de Carpina, Francisco Faelante, e dos advogados Paulo Souza, Flávia Veiga e Mércia Veiga, da mesma Subseccional.

Um dos pontos foi a preocupação com a situação atual do Fórum de Jaboatão dos Guararapes. O prédio, que apresenta problemas estruturais, estaria sob risco de desabamento. No encontro, o presidente do Tribunal garantiu que os procedimentos necessários já foram adotados e não há mais motivos para preocupação. “Segundo o desembargador, o prédio do Fórum passou por três vistorias técnicas: uma do próprio TJPE, outro da Defesa Civil e ainda um do Instituto de Tecnologia de Pernambuco. O presidente informou ainda que todos os laudos descartam qualquer possibilidade de desabamento. Mesmo assim, providências estão sendo tomadas para a melhoria da infraestrutura”, informou o Henrique Mariano.

Outro ponto da reunião foi o pedido de instalação de um Juizado Especial de Carpina e da designação de um oficial de Justiça para a 1ª Vara e de um juiz titular para a 3ª Vara daquela Comarca. Foi solicitado também a permanência temporária da juíza titular da 1ª Vara, Orleide do Nascimento, na 3ª Vara, em exercício cumulativo. Os advogados de Carpina apresentaram um abaixo-assinado ao Tribunal onde foi exposta a precária situação em que se encontra a 3ª Vara da Comarca, que há um ano está sem juiz titular, e pediram providências ao TJPE. Ao final da reunião, o desembargador Jovaldo Nunes afirmou que irá analisar as solicitações.


Voltar