OAB lamenta brutal assassinato de cartunista da Folha de S.Paulo

Notícias

12/03/2010

OAB lamenta brutal assassinato de cartunista da Folha de S.Paulo

12/03/2010
OAB lamenta brutal assassinato de cartunista da Folha de S.Paulo

Fonte: Conselho Federal OAB

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, condenou hoje (12) a violência que matou o cartunista da Folha de S. Paulo Glauco Villas Boas e seu filho Raoni Villas Boas, em Osasco (SP). Os dois foram assassinados após terem a casa invadida por bandidos que fugiram do local em um carro roubado, numa aparente tentativa de assalto que ainda está sendo investigada pela polícia.

"A violência a um tempo que assusta, também nos causa revolta", declarou Ophir, ao cobrar agilidade nas investigações e manifestar total solidariedade aos familiares do cartunista e do filho. "Glauco integrava uma geração de cartunistas do mais alto nível, cujos personagens nos faziam refletir sobre a realidade de nosso cotidiano nas cidades. Uma triste realidade, na verdade, muito distante da inteligência e humor que ele tão bem sabia expressar", afirmou Ophir Cavalcante.

Glauco tinha 53 anos e foi morto a tiros na madrugada desta sexta-feira (12) em Osasco (SP) em tentativa de assalto ou sequestro em sua residência na Estrada Alpina, no bairro de Santa Fé. A casa de Glauco foi invadida por dois homens armados, que tentaram levar pertences da família e o próprio cartunista. Ao tentar persuadir um dos bandidos, Glauco foi alvejado com quatro tiros à queima roupa. O filho dele, Raoni Villas Boas, 25, que chegava ao local, discutiu com os bandidos e também foi atingido por disparos. Os bandidos fugiram do local em um carro roubado, sem levar nada.
 

Voltar