Ivo Amaral Junior representa OAB-PE na Coordenação Nacional de Interiorização

Notícias

05/09/2022

Ivo Amaral Junior representa OAB-PE na Coordenação Nacional de Interiorização

05/09/2022
Ivo Amaral Junior representa OAB-PE na Coordenação Nacional de Interiorização

O secretário-geral da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Pernambuco, Ivo Amaral Jr., participou da reunião da Coordenação Nacional de Interiorização da Advocacia do Conselho Federal da OAB. O órgão é presidido pelo paraibano João de Deus Quirino Filho. Ivo Amaral Jr é o representante da advocacia pernambucana na coordenação. “Não poucas vezes os colegas do interior militam em mais de uma comarca, precisando se dirigir de uma cidade para outra no mesmo dia”, destaca. "Estamos trabalhando para que estes colegas que militam no interior tenham condições de trabalho que garantam o exercício da advocacia de forma digna e independente", destaca Ivo Amaral Jr.

"A OAB Pernambuco segue firme para garantir que os benefícios destinados aos advogados da Região Metropolitana cheguem com a mesma força no interior pernambucano", diz. "Onde houver um advogado ou advogada, a OAB Pernambuco estará presente", garante Ivo.

Já Fernando Ribeiro Lins, presidente da OAB-PE, destaca o olhar da gestão para os colegas que militam no interior. “Estamos trabalhando na reforma das sedes e das estruturas da OAB Pernambuco fora da Região Metropolitana. Também estamos trabalhando na criação e instalação de novas Subsecções que vão garantir mais força para a advocacia que está no interior", afirma o presidente.

Uma das novidades apresentadas aos estados é a parceria com a Escola Superior da Advocacia Nacional, presidida pelo pernambucano Ronnie Duarte, que vai oferecer 12 cursos online e gratuitos dentro do plano de interiorização dos trabalhos. "A ideia de ter 27 coordenadores é para identificar sugestões e ideias, pois sozinhos não conseguiremos construir este sonho de interiorização. Precisamos correr e já adianto que temos um calendário intenso para o segundo semestre", afirmou o coordenador nacional, João de Deus.

Voltar