Fernando Ribeiro Lins participa de reunião promovida pelo Governo do Estado para discutir segurança pública em dias de jogos de futebol

Notícias

23/02/2024

Fernando Ribeiro Lins participa de reunião promovida pelo Governo do Estado para discutir segurança pública em dias de jogos de futebol

23/02/2024
Fernando Ribeiro Lins participa de reunião promovida pelo Governo do Estado para discutir segurança pública em dias de jogos de futebol

Nesta sexta-feira (23), o presidente da OAB Pernambuco, Fernando Ribeiro Lins, participou de reunião promovida pela Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), no Recife, para debater sobre a violência no futebol no Estado. O encontro foi convocado pela governadora Raquel Lyra, representada, na ocasião, pelo secretário da Casa Civil, Túlio Vilaça.

O objetivo da reunião foi traçar soluções para coibir a onda de violência fora dos estádios. O caso mais recente foi protagonizado pela torcida organizada do Sport, em intervenção feita contra o ônibus da delegação do Fortaleza, na última quarta-feira (21), na saída da Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, no Grande Recife. Seis jogadores do time cearense ficaram feridos devido a bombas e pedras atiradas no veículo.

Fernando Ribeiro Lins comentou a integração promovida pelo Governo do Estado. “É de suma importância esse encontro e só fortalece todos os que fazem a Segurança Pública em Pernambuco”, destacou. “É preciso atuar de forma integrada trocando expertises e estabelecendo estratégias que vão beneficiar toda a população”, comentou o presidente da OAB-PE.

O secretário Túlio Vilaça fez um balanço do evento. “Nesta primeira reunião, o objetivo é reunir esforços de todos para evitar que novos episódios, como o que aconteceu essa semana, voltem a ocorrer. É lamentável. O que a gente sabe é que não são torcedores que estão realizando essa prática. São verdadeiros criminosos”, comentou.

Além da OAB-PE, também participaram do encontro, representantes do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), além de dirigentes do Santa Cruz, do Sport e do Náutico.

Voltar