OAB-PE atua para assegurar o pleno funcionamento da justiça estadual

Notícias

06/06/2024

OAB-PE atua para assegurar o pleno funcionamento da justiça estadual

06/06/2024
OAB-PE atua para assegurar o pleno funcionamento da justiça estadual

Na manhã desta quinta-feira (6), o presidente da OAB-PE, Fernando Ribeiro Lins, esteve na sede do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), área central do Recife, em reunião para assegurar melhorias no atendimento do poder judiciário. No compromisso contínuo da OAB-PE para garantir o acesso à justiça e a eficiência dos serviços judiciais, o presidente da seccional fez cobranças sobre o funcionamento do judiciário estadual.

“Cobramos, mais uma vez, melhoria no atendimento do TJPE, em todo o Estado, com o reforço do cumprimento dos alvarás”, asseverou. Fernando Ribeiro Lins lembrou, ainda, que a pedido da OAB-PE, o TJPE criou, em maio último, a Central de Atendimento Processual do 1º Grau (CAP1G). Resultado de um pleito contínuo da Ordem, a iniciativa agiliza e melhora o atendimento a advogados e advogadas, partes e interessados nos processos de 1º Grau de jurisdição.

A OAB-PE acompanha, fiscaliza e continua atenta no sentido de garantir e defender as prerrogativas da advocacia no Estado. “Vamos manter esses encontros, quinzenalmente, cobrando melhorias no atendimento para toda a população, especialmente para a advocacia pernambucana”, acrescentou.

O presidente Fernando Ribeiro Lins afirma que a prioridade é assegurar, ainda, o respeito às prerrogativas profissionais dos advogados e das advogadas. Além disso, Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas da OAB-PE e a de Agilização Processual estão plenamente mobilizadas para oferecer suporte aos advogados e às advogadas que possam enfrentar desafios decorrentes das medidas recentes implementadas pelo Tribunal.

Também participaram da reunião no TJPE, o presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP), Yuri Herculano; além do presidente e da vice-presidente da Comissão Especial Pró-Agilização Processual na Esfera Cível e dos Juizados, Dhiego de Lavor e Emanuelle Shinozaki.

Voltar